Histórico

A Fazenda Raizama tinha originalmente 1.250 hectares. Após divisão da propriedade entre herdeiros e desapropriação de parte das terras pela Concessionária da Represa Corumbá IV, a fazenda soma hoje 300 hectares.

Referência na área de turismo rural, a natureza aqui é um capítulo à parte. Cerca de um 1 milhão de metros quadrados de cerrado estão absolutamente preservados.

Proteger a fauna e a flora é um dos nossos principais compromissos.

Pertencendo à mesma família desde 1963, a propriedade mantém todas as características de uma típica fazenda goiana.

A sede é cercada por densa mata e nascentes preservadas. A exuberância da natureza em toda a propriedade é de inquestionável beleza.

Numa região bastante desmatada para formação de pastos e plantações de soja, a Fazenda Raizama se destaca pela quantidade de florestas. Matas que chegam até a água do Lago Corumbá IV, onde inúmeras espécies de animais vivem sem ser molestados!

Em 1963, então com 40 anos de idade, o comerciante Mário Barata – sócio-proprietário da loja de ferragens Casa do Barata, muito conhecida em Brasília e Goiânia – conseguiu, finalmente, realizar um grande sonho: comprar sua fazenda.

De 1963 a 1990, a Fazenda Raizama teve na criação de gado de leite sua principal atividade. Nesse período, Mário Barata selecionou algumas áreas de floresta que seriam preservadas para sempre. Ambientalista nato, sempre fez questão de preservar também todas as nascentes da Fazenda Raizama.

Em 1995, Mário Barata decidiu transformar sua propriedade em hotel fazenda, inaugurando-o em 1997.

Hoje a fazenda gira em função do hotel.Todas as suas atividades rurais são implantadas para atender às necessidades do hotel.

Se o assunto é lazer, aqui não faltam opções: 23 km de trilhas, tirolesa, parede de escalada, pesca esportiva, passeio de barco a motor, caiaques, barco a remo, cavalos, charrete, piscinas, praia artificial, parque infantil, casinha de boneca, sala de jogos, leite ao pé da vaca e muito mais.
A praia artificial da represa da sede é um capítulo à parte. Areia branca, poltronas confortáveis de pneus reciclados e espreguiçadeiras são convites irrecusáveis à alegria.


ok Piscina
ok Praia
ok Barco a remo
ok Caiaque
ok Tirolesa
ok Parede de escalada
ok Sinuca
ok Ping pong
ok Totó
ok SUP – Stand up paddle


ok Pesca esportiva
ok Sala de jogos de mesa
ok Leite ao pé da vaca
ok Cavalos
ok Casinha de boneca
ok Parque infantil
ok Quadra gramada de esportes
ok Karaokê
ok Quadra de areia

Com 80 lugares, o restaurante tem localização privilegiada. De seu interior avista-se a praia artificial, a área de piscinas, o bar da piscina e toda a área verde do hotel.
Nas três refeições – café da manhã, almoço e jantar – servimos o melhor e mais farto buffet da região.

Quando se fala de tempero caipira e variedade, superamos todas as expectativas.
Privilegiamos pratos da culinária goiana. São itens que contam a história do estado como o empadão goiano, mariaisabel, arroz com suã, pamonha, pão de queijo, galinhada, pernil de porco entre outros. Isso, sem esquecer compotas de frutas e pudins nas sobremesas.

O “Bar do Barata” , de frente para toda a área de lazer, é um verdadeiro local para contemplação.

Sentar-se numa das confortáveis poltronas e entregar-se ao ócio é tudo que se pede para ser feliz.

Dalí saem deliciosos petiscos, sucos, coquetéis…..
Ao lado do bar, o lounge esbanja charme, bom gosto e conforto.

Nosso compromisso com a preservação ambiental é reafirmado em 23 km de trilhas por toda a propriedade. Com diversos graus de dificuldade, as trilhas exibem belíssimos cenários.

Apostando em um pouco de sorte, é possível cruzar com animais nativos como veados, macaco e raposas, entre outros.

E vale destacar a quantidade e qualidade de árvores, orquídeas e outras plantas nativas durante o percurso que escolher.

Na maior parte de nossas trilhas , o hóspede viverá a inesquecível experiência de conhecer de perto a riqueza do cerrado brasileiro. É uma verdadeira viagem!

Mas é importante destacar:
-em áreas preservadas nada se leva, além de lembranças;
-nada se tira, além de fotografias
-nada se deixa, além de pegadas.

Temos três mirantes com belíssimas vistas do Lago Corumbá IV e de nossas matas preservadas.

De qualquer um deles, assistir o nascer do sol ou o pôr do sol é um espetáculo inesquecível. Sem falar das noites de lua cheia.

Cenários impecáveis para fotografias.

Com 173 quilômetros quadrados de espelho d’água, o lago Corumbá IV proporciona deliciosas aventuras por aqui.
Em 2006, esse lago transformou-se em moldura para a Raizama, cercando a fazenda em praticamente toda sua extensão.

Além do delicioso e mágico passeio de barco a motor, no lago é possível nadar, praticar pesca esportiva ou apenas dedicar-se à contemplação.
Sua imensidão, com azul profundo, é um convite à paz.

De qualquer lugar onde se esteja, a paisagem é mágica: mata nativa e água exaltam o respeito da Raizama ao meio ambiente.

A harmonia entre todas as edificações assegura o charme e o aconchego da sede do hotel. O moderno e o rústico se misturam em perfeito equilíbrio.
Distante apenas 100 metros do exuberante lago Corumbá IV, a sede do hotel oferece inúmeras opções de espaços.

Redes sob mangueiras, pergolados na areia da praia ou na beira da represa, confortáveis poltronas de pneus recicladosna praia são tentadores convites ao ócio. Tudo para que nosso hóspede desfrute do paraíso.
Independente do local que escolher para permanecer, terá pássaros cantando desde as primeiras horas da manhã.

Em 1965, o proprietário da fazenda, Mário Barata, decidiu construir em sua propriedade a primeira escola rural do município. A Escola Rural Euripedes Barsanufo, hoje preservada como ponto turístico do hotel.

Para isso, ele buscou parceria da prefeitura municipal. Preocupava-se com a quantidade de crianças que viviam em sua fazenda e nas fazendas vizinhas, sem qualquer perspectiva de estudo. Os governos não “enxergavam” a população rural.

A escola funcionou até 1988. Naquele ano foi promulgada a nova constituição brasileira . A partir de então todas as crianças do meio rural passaram a ter acesso ao ensino regular na cidade. Para tanto, as prefeituras são obrigadas a buscar e levar de volta às fazendas (de todo o país) as crianças de 6 a 17 anos de idade.

Durante 23 anos, porém – de 1965 a 1988- centenas de crianças da região frequentaram a escola da Fazenda Raizama, onde foram alfabetizadas e cursaram até a quarta série.

A escola era constituída de uma única sala de aula de 25 metros quadrados, com cadeiras germinadas para dois alunos em cada uma. A mesma professora dava aula para primeira, segunda, terceira e quarta séries no mesmo turno. Ao lado da sala de aula, a casa da professora com quatro cômodos: sala, cozinha, quarto e banheiro.

O prédio onde funcionou a escola é hoje um atrativo turístico da Fazenda Hotel Raizama. Ali, o hóspede faz uma viagem no tempo, e entende as dificuldades que enfrentavam os sertanejos brasileiros.
A visita a escola transforma-se em uma aula da história política recente do Brasil.

À beira da represa da sede, de frente para uma bela floresta nativa, o Salão de Eventos assegura a tranquilidade necessária a qualquer tipo de reunião corporativa.

Com ar condicionado e internet sem fio, o salão tem capacidade para acomodar até 80 pessoas e está preparado para reuniões corporativas, confraternizações e outros eventos de grupos.

Alguns dos eventos corporativos já realizados na Fazenda Hotel Raizama.